terça-feira, 3 de setembro de 2013

Quixeramobim - CE

Igreja Matriz de Santos Antônio
Foto: Cosuelo Lima
Igreja de Santo Antônio, padroeiro da cidade de Quixeramobim, era uma capelinha de taipa quando foi entregue aos fiéis em 1732. Mantido o estilo barroco original, ela passou por várias reformas, sendo a última delas concluída em 1916, quando foi construída a segunda torre. Ceará, Brasil.A origem da palavra Quixeramobim tem várias versões gramaticais e dentre elas a "Carne Gorda" por ser a única tradicional, significando como corruptela de quixá, gorda e mobim, carne. Por sua vez, Pompeu Sobrinho, historiador cearense, menciona que "primitivamente a palavra Quixeramobim se aplicava não ao rio, mas a uma serrota da atual cidade". A antiga grafia era kieramobim, sendo Kierá corruptela de prirá ou Kirá (pássaro) e obim, verde. Julga-se ser um nome de dicção indígena.
A cidade é o mais antigo município do Sertão Central e tem hoje mais que 50.000 habitantes. Ela é banhada pelo rio Quixeramobim, o maior afluente esquerdo do Rio Banabuiú.
Quixeramobim é um município de uma grande riqueza cultural, terra de filhos ilustres, como Antônio Conselheiro (tendo nascido em Quixeramo-bim em 13 de Março de 1830) líder da guerra de Canudos e Fausto Nilo, arquiteto e grande compositor da música popular brasileira; terra onde se deu início a Confederação do Equador e muitas páginas tem escrito na história do Brasil, como a primeira comunidade a ter sua energia gerada por Biodielsel, a Serrinha de Santa Maria. Encravado no Vale Monumental do Ceará, onde a paisagem de monólitos e caatinga atrai os visitantes, o Município Coração do Ceará se destaca pela existência dos sítios arqueológicos e por seus atributos históricos e culturais.
O Município caracteriza-se por ter a maior produção leiteira do estado do Ceará. Nos últimos 10 anos, vem experimentando um grande progresso econômico com a chegada de indústrias que oferecem milhares de empregos. Isso transformou Quixeramobim no maior centro urbano do sertão central. Em 2007, a cidade ultrapassou a marca dos 68 mil habitantes e agora em 2010 já chega a mais de 73 mil habitantes.
O Município de Quixeramobim, possui uma área territorial de 3.579km². Equivalente a 2,44% do Estado. É o terceiro maior do Estado do Ceará. O município de Quixeramobim é dividida em 12 distritos: Sede, Belém, Nenelândia, Uruquê, Lacerda, Paus Brancos, Damião Carneiro, Passagens, São Miguel, Encantado, Manituba e Berilândia. 
Sua divisão geopolítica delimita-se ao Norte com o município de Madalena, ao Sul com Senador Pompeu, Solonópole e Pedra Branca, ao Leste com os municípios de Quixadá, Banabuiú e Choró e a Oeste com Boa Viagem.

Prefeitura de Quixeramobim
Ponte Metálica
construída na Bélgica e inaugurada no dia 5 de fevereiro de 1899. Formada por quatro vãos de 52,4m, a ponte tem uma extensão total de 209,6 metros, pesa 488 toneladas e já foi a terceira maior do gênero em todo a América do Sul. Depois de desativada, a velha ponte metálica despertou o interesse quanto à sua importância histórica e turística, sendo restaurada em suas cores originais, dotada de grades laterais e passarela de madeira afixada sobre os trilhos e colocada ao tráfego regular de pedestres. Caracterizando-se como um dos mais interessantes destaques do catálogo de atrações turísticas da cidade.

Antônio Conselheiro grande personagem de Quixeramobim
Antônio Vicente Mendes Maciel (Quixeramobim, 13 de março de 1830, mais conhecido na História do Brasil como Antônio Conselheiro, que se autodenominava "o peregrino" , foi um líder religioso brasileiro.
Figura carismática, adquiriu uma dimensão messiânico ao liderar o arraial de Canudos, um pequeno vilarejo no sertão da  Bahia, que atraiu milhares de sertanejos, entre camponeses, índios e escravos recém-libertos, e que foi destruído pelo Exército da República na chamada Guerra de Canudos em 1897.
A imprensa dos primeiros anos da República e muitos historiadores, para justificar o genocídio, retrataram-no como um louco, fanático religioso e contra-revolucionário monarquista perigoso.

Casa de Antônio Conselheiro

Um comentário:

  1. Bom dia, gostaria de saber a bibliografia que o autor usou para escrever esse interessante texto. No momento estou a procura de um livro sobre a história de Quixeramobim.

    ResponderExcluir